boomerang

boomerang

 

Boomerang

Apetrecho de caça com origem e utilizado no 5º continente, tem a particularidade de, na ausência de alvo ou por esquiva deste, regressar a quem o envia.

O efeito boomerang é ainda chamado ao fenómeno de retorno.

Em linguagem militar diz-se, assim, dos efeitos colaterais.

Quando o lançamos, estamos certos dos efeitos colaterais?

Quando o lançamos, estamos certos de que não prejudicamos quem nos está próximo?

Amamos de facto quem nos está próximo quando nos arriscamos e aos outros aos efeitos de retorno ou de boomerang?

Quantas vezes julgamos deter as regras do jogo, ou ainda as rédeas ou controlo de algo que acaba por nos escapar?

Para reflectir!

Sobretudo quando o que julgamos ser, quando o que julgamos controlar, está para além da nossa compreensão e o seu domínio faz parte das trevas.

Trevas que fogem ao nosso controlo.

Trevas de e do domínio do obscuro.

Envolvemos-nos em TER quando nos deveríamos preocupar em SER.

Vamos-nos todos SÓS.

E quando formos, apenas o SER terá o efeito de retorno benéfico ou de salvação.

Naturalmente e apenas… para quem acredita!

 

NÃO SOMOS o que temos, simplesmente... TEMOS O QUE SOMOS!